Lançamento em breve

A Escola Sem Medo - ebook

Índice

Introdução
1 – A Intenção das Escolas
2 – O Quê estamos Tentando Fazer?
3 – Divulgando o Conhecimento sem a Competição
4 – A Escola Sem o Medo
5 – Protegendo a Criança ou Transmitindo Nossos Medos?
6 – Os Padrões que Temos Acerca das Pessoas
7 – Existe Tal Coisa Denominada de Interior?
8 – Transmitindo Confiança
9 – O Objetivo de Não Condicionar a Criança 10 – A Função do Pai de Família
11 – O Status não tem Valor, a Função Sim
12 – Primeiramente o Espírito, e Então os Detalhes
13 – A Carga de Ansiedade e Frustração do Educador
14 – O Desejo da Permanência e o Fato da Impermanência
15 – Por Que a Mente se Recusa a Encarar o Fato?
16 – A Transformação não através de qualquer Processo Consciente
17 – A Compulsão do Desejo é Chamada de Atenção
18 – A Atenção, Um Estado de Não Resistência
19 – Qual é o Verdadeiro Fato na Cooperação?
20 – Esteja Atento ao Perseguir um Pensamento
21 – A Mente é Aguçada no Momento em que o Tempo é Questionado
22 – Os Educadores Externos à Sociedade
23 – Por Que Você Quer Mais Energia?
24 – Liberando Mais Energia na Direção à Deus, Não na Direção à Sociedade
25 – A Vida é o Sentimento da Sacralidade
26 – Os Pais estão dispostos a educarem-se a si mesmos

O que é educação? Educação é compreender a relação entre eu e a criança, entre eu e a sociedade. Compreender a relação é educação. 

Então, como a educação pode ajudar o estudante a não se tornar medíocre – mediocridade no sentido de discriminar rico, pobre, ou de classe média? Como podemos ajudar o estudante, ou que tipo de educação deveria haver, de modo a romper com essa mente medíocre? Podemos colocar isso assim? Isso significa que realmente o tipo de ambiente certo é importante, o que significa que o garoto realmente é capaz de fazer qualquer coisa com suas mãos e mente, e não dizer: “Isto é bom, isto é ruim; isto está de acordo com Brahma, isto está contra Brahma; a favor disto ou daquilo.” Deve haver o ambiente certo no qual o menino seja estimulado em todos os aspectos e não simplesmente no aspecto intelectual.

Eu penso que a maioria das pessoas em todo o mundo reconhecem que o presente sistema de educação falhou porque produziu guerra, degradação, e todo o resto disso, e também todo o pensamento criador parou, exceto entre algumas poucas pessoas. Então, estão perguntando obviamente como propiciar uma educação correta. Assim, qual é o tipo correto de educação? Não o padrão, não alguém dizendo que esta é a educação correta e vamos segui-la, concordando ou discordando, mas pode o professor, o pai e o conjunto de todos nós, juntos, descobrirmos e cooperarmos? O que significa sentarmos juntos e descobrirmos, de tal modo que o pai seja educado, o professor seja educado assim como o estudante. Portanto, o que é educação correta?

Me parece que a educação correta é ajudar o estudante a ser livre porque é somente na liberdade que você pode ser criador. Libertação implica em ausência de medo. Não coragem – isso é inteiramente diferente. Não possuir medo implica em não conformidade, um estado sem imitação e, portanto, sem seguir nenhuma autoridade; tudo isso está envolvido nessa questão. Temos que entrar nas implicações da ausência de autoridade. Isso não significa que o garoto faça exatamente o que ele quiser, mas ele descobre o que significa não existir autoridade na educação porque no momento em que ele sabe que ela existe ele se amedronta, e assim você já introduziu o processo de imitação. Podemos nós, como pais, renunciarmos à nossa autoridade para que o garoto seja realmente livre para descobrir? Não para as distrações superficiais, mas ser livre para descobrir aquilo que é verdadeiro, questionar toda a tradição, questionar a própria autoridade dos pais. Estamos preparados para isso? E se nós nos importamos que ele seja livre, tudo isso deve ser seguido. 

Certamente é essa a revolução na educação. Pelo menos aqui, espero que os professores ou nós do grupo não queira influenciar a criança, protegê-la, guiá-la. Porque meu pai me influenciou e eu sou um resultado viciado pela sua influência, isso está me corroendo. Estou absolutamente certo sobre este ponto. Não digo que isto me fez melhor. No momento em que a influência me deu uma direção, para melhor ou pior, eu já estou corrompido. Vocês admitem tudo isto? Se sou um educador correto, cuidarei para que a criança  não seja influenciada por absolutamente ninguém, mas a auxiliarei para que avalie, compreenda todas as influências. Vamos deixar claro que nós estamos começando a partir da mesma porta, de modo que você e eu, enquanto professores não queiramos transmitir qualquer de nossos medos à criança; somente então ela poderá estar livre disso…

 Influência, desta ou daquela maneira, boa ou ruim, é destrutiva ao menino. Isso é um fato óbvio. Se você e eu enxergamos da mesma maneira, então veremos que o menino está livre, o que significa que falarei para ele: “Você não será influenciado pelo padre, pelo político, pela mãe, avô; não seja sugado por nenhuma destas influências. Utilize a sua mente para descobrir.” Se você deseja isso ele deve estar livre para crescer, para descobrir, você não quer isso?

Fechar Menu