Novo livro “O findar do tempo”

findardotempoK: Uma noite em Rishi Valley, na Índia, eu acordei. Uma série de incidentes tinha acontecido, por alguns dias havia ocorrido a meditação. Era meia-noite e quinze, olhei para o relógio. E – hesito em dizer isto, porque soa exagerado ou um tanto infantil – a fonte de toda energia tinha sido alcançada. E isso tinha um efeito extraordinário sobre o cérebro, e também fisicamente. Sinto muito falar sobre mim, mas você entende literalmente um senso de… não sei como colocá-lo… nenhum senso do mundo e eu e aquilo – você acompanha? – não havia nenhuma divisão realmente. Apenas este sentido de uma tremenda fonte de energia.
DB: Então, o cérebro estava em contato com esta fonte de energia?
K: Sim. Agora, descendo à Terra, e como eu venho falando por sessenta anos, eu gostaria que outra pessoa alcançasse isto – não, não alcançasse. Você entende o que estou dizendo? Porque todos os nossos problemas políticos, religiosos, tudo está resolvido. Porque é energia pura desde o início dos tempos. Agora, como eu – por favor, não “eu”, entende – como a pessoa não vai ensinar, não vai ajudar, ou motivar – mas como ela vai dizer: “Este caminho conduz a um senso completo de paz, de amor?” Sinto muito ter que usar todas estas palavras. Mas suponha que você tenha chegado àquele ponto e o seu próprio cérebro esteja palpitando com isto – como você ajudaria outra pessoa? Entende? Ajuda – não palavras. Como você ajudaria outra pessoa a chegar a isso? Entende o que estou tentando dizer?

Pedidos aqui

Comentários encerrados.