Novo livro “O findar do tempo”

K: Uma noite em Rishi Valley, na Índia, eu acordei. Uma série de incidentes tinha acontecido, por alguns dias havia ocorrido a meditação. Era meia-noite e quinze, olhei para o relógio. E – hesito em dizer isto, porque soa exagerado ou um tanto infantil – a fonte de toda energia tinha sido alcançada. E isso tinha um efeito extraordinário sobre o cérebro, e também fisicamente. Sinto muito falar sobre mim, mas você entende literalmente um senso de… não sei como colocá-lo…

Continuar lendo