Novo livro “Abandonando a escuridão”

abandonandoEstas palestras não são meras preleções para vós escutardes e eu desenvolver; devem, antes, representar uma viagem que empreendemos juntos, com o fim de descobrir aquilo que não é criado pela mente. Não estais procurando compreender a mim ou a maneira como eu considero a vida. Estais procurando compreender a vós mesmos, e estes são os problemas que vos concernem e que tendes de enfrentar; estudando-os juntos, como estamos fazendo, nestas palestras, talvez possamos nos ajudar mutuamente a vê-los com mais clareza, mais distintamente. Mas não basta ver com clareza só no nível verbal.
Nessas condições, julgo importante que averigueis isso por vós mesmo; e para o averiguardes, deveis escutar, investigar. Falando-vos, estou-vos ajudando a investigar, não vos estou impingindo algo. Também eu estou investigando. Tal é a finalidade destas palestras.
Compreendendo-se isso, como se pode operar uma mudança interior profunda? Para uma pessoa que sinta verdadeiro interesse, e não para os indivíduos superficiais que andam em busca de alguma ilusão confortante, em busca de gurus, mentores, e os demais contra-sensos, este é o problema, não concordais?
A tranquilidade não vos dará nenhuma riqueza neste mundo — não a traduzais tão depressa em dólares. Se vos chegais a ela com uma vasilha de esmolar na mão, ela nada vos oferecerá.

Pedidos aqui

Comentários encerrados.