ESCRITOR, EX-DETENTO

Meu grande desejo na vida era ser alguém. Eu constantemente me via diante do medo de não ser reconhecido. Eu era atormentado pela ambição de sobressair a meus colegas, e literalmente comecei a desenvolver aquilo que acreditava ser uma figura e personalidade intrigante que atrairia a atenção do mundo e que então gozaria da glória do reconhecimento.

Cheguei à Penitenciária Estadual de San Quentin em janeiro de 1982. Fui sentenciado a oito anos de prisão por homicídio. Eu dancei! Após poucos meses em San Quentin me deparei com alguns livros de Erich Fromm e os devorei. A partir de então compreendi que minha sobrevivência na prisão dependeria de minha inteligência, pois eu não era alguém agressivo, ou fisicamente superior e nem suscetível à violência. Além disso, era e ainda sou um homem de baixa estatura. Assim, eu precisava compensar tal restrição me aproximando de alguns dos criminosos mais perigosos e violentos do sistema prisional, que não hesitariam em machucar e matar diante da menor provocação.

 

O que vai acontecer no futuro?

Reproduzir vídeo

Últimos lançamentos - ebooks

Descondicionamento e Educação Vol. 1

Descondicionamento e Educação Vol. 2

Uma Eterna Primavera

A Escola Sem Medo